Dicas para salvar seu arquivo para impressão: PNG, JPEG, tamanho e resolução

Você sabe o que são os formatos, tamanho e resolução de imagem? Ao enviar um arquivo para gráfica, é importante ter certo conhecimento sobre esse assunto. Assim, você facilita algumas questões e saberá o quão real sua imagem pode ficar na hora da impressão!

O que é PNG e JPEG?

O Portable Network Graphics, ou simplesmente PNG, tem como característica a capacidade de manter transparências em fundos, bem como a qualidade mesmo quando o arquivo é comprimido.

Já o formato Joint Photographic Experts Groups, ou JPEG, é um dos mais populares na internet, devido a sua eliminação dos chamados “dados redundantes”. Se você quer manter a qualidade elevada da imagem neste formato, é importante que o arquivo em JPEG não seja “salvo” frequentemente, uma vez que a cada salvamento ele perde um pouco sua qualidade original. Lembre, ele elimina os formatos redundantes, certo?

Sobre resolução e tamanho

Os fatores resolução e tamanho são importantes para uma boa qualidade de impressão. É importante levarmos em conta a necessidade específica do cliente, bem como qual material gráfico será produzido, para assim adequar de forma mais precisa a resolução da imagem e seu tamanho.

Além disso, é preciso saber se o arquivo será impresso em papel ou em outro tipo de material, por exemplo. Por padrão, grande parte das gráficas offset ou gráficas rápidas trabalham com 300 dpis, com os formatos em tamanhos reais para impressão.

Já para grandes formatos, como banners, lonas e adesivações, os arquivos devem ser enviados com resolução mínima de 300 dpi e com 30% do tamanho real.

Comments are closed.